Saiba como o Serverless é possível com PHP na Amazon Lambda usando bref.

O que é  Serverless?

Segundo documentação da Red Hat:

Serverless é um modelo de desenvolvimento nativo em nuvem para criação e execução de aplicações sem o gerenciamento de servidores.

Os servidores ainda são usados nesse modelo, mas eles são abstraídos do desenvolvimento de aplicações. O provedor de nuvem fica responsável pelas tarefas rotineiras de provisionamento, manutenção e escala da infraestrutura do servidor.

Os desenvolvedores só precisam empacotar o código em containers para fazer a implantação.

Depois da implantação, as aplicações serverless atendem à demanda e aumentam ou diminuem a escala automaticamente de acordo com as necessidades. As soluções serverless dos provedores de nuvem pública costumam ser oferecidas sob demanda por meio de um modelo de execução orientado a eventos. Por isso, não há cobrança pelas funções serverless não utilizadas.

4 Vantagens no uso de Serverless

“Sem Servidor”

Sem o gerenciamento de servidor (serverless) não quer dizer que não existirá servidor mas essencialmente que você não precisa mantê-los erguidos quando a aplicação não estiver sendo usada economizando recursos e dinheiro.

Empacotar códigos

Para a implantação de serverless geralmente empacotaremos códigos em contextos bem específicos como funções para que ao ser executado faça determinada atividade e encerre. Não é necessário o projeto todo, apenas aquele pedaço necessário empacotado.

Sob Demanda

Por serem executados sob demanda e exercerem funções específicas, estas rotinas possuem início, meio e fim. Por isso geralmente não são cobrados por hora e sim por segundos e não precisam ficar ligados no caso de não utilização. Também são auto-escaláveis pelas próprios nuvens e suas arquiteturas pois essencialmente são descentralizados.

Orientado a Eventos

O gatilho inicial de uma função para que o processo serverless funcione e mais utilizado é um evento e este tipo de abordagem traz consigo uma infinidade de vantagens e desafios.

Estes eventos podem ser através de filas, eventos nativos da própria nuvem como “upload no storage do S3” e portanto abrem um leque de possibilidades.

Bref como solução para PHP

Quem já ouviu falar sobre Serverless e deu uma pesquisada sabe que na nuvem da Amazon este serviço é conhecido por AWS Lambda.

Porém, o suporte nativo do AWS Lambda é para nodeJS, Go, Python e Java não suportando nativamente ainda o PHP.

Nós na Vivaweb<> já escrevemos alguns lambdas em nodeJS que é uma linguagem familiar para muitos programadores PHP inclusive mas para automatizar outras rotinas seria muito bom contar com nossos próprios códigos já existentes, testados e funcionais.

E é aí o que Bref entra: trazer tudo isso já resolvido para você usar AWS Lambda através do uso de bref com uma PHP Runtime pronta pra deploy.

Serverless pra tudo? Não!

Serverless pra que?

Segundo a própria documentação, para:

  • APIs
  • Workers
  • Batch Proccess
  • Scripts
  • Websites

Mas nossa avaliação é de que para os primeiros trabalhos performados para Serverless – em uma aplicação já existente – poderiam ser os famosos Cron Jobs ou Batch Process e demais scripts que rodam de maneira isoladas da aplicação.

Bref e PHP 8

O Bref já anunciou que PHP está “supimpa” para ser incorporado…

Se era um motivo que faltava…

Ficou curioso? Quer saber mais?

  • Site Oficial: https://bref.sh/docs/
  • Documentação Oficial: https://bref.sh/docs/
2 Shares:
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You May Also Like